O presidente da Câmara de Nova Odessa, Elvis Ricardo Maurício Garcia, o Pelé (PSDB), recebeu em seu gabinete nesta quarta-feira, dia 6, quatro outros vereadores e o investigador-chefe da Polícia Civil, Marcos Mela. O representante do órgão de Segurança Pública trouxe demandas da Delegacia de Polícia Civil, com relação à necessidade de mais recursos humanos após a saída de três estagiários e dois guardas civis municipais cedidos pela Prefeitura.

Participaram da reunião também os vereadores Cabo Natal (Avante), Levi Tosta (DEM), Oséias Jorge (DEM) e Wagner Morais (PSDB). O investigador solicitou apoio político do presidente da Câmara e dos vereadores para requisitar, junto ao Poder Executivo, a cessão de novos estagiários e de outros GCMs para somar ao efetivo de funcionários da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

“A população quer ser bem atendida. E para que isso ocorra, é preciso voltarmos a ter mais servidores disponíveis. Porque a Delegacia atua nos serviços de atendimento ao público, os burocráticos e de investigações criminais”, sinaliza Marcos Mela. “A demanda é muito grande na Polícia Civil e precisamos de mais gente para a prestação continuada dos serviços”, reforça o investigador-chefe.

“É preciso o empenho da Câmara Municipal nesse processo. Apesar de não ser uma atribuição formal dos vereadores, é importante a intermediação desses pedidos”, destaca o presidente Pelé. “Em todas as gestões passadas houve uma parceria grande da Prefeitura com o Estado para ajudar na estrutura e funcionamento das Polícias Civil e Militar”, ponderou Wagner Morais.

“A Segurança Pública é uma das principais questões em todo e qualquer município”, acrescenta Levi Tosta. “Estamos à disposição para colaborar nessa questão”, reitera Oséias Jorge. “A segurança é uma das minhas bandeiras e vou ajudar no que puder. Tanto no município como buscar fora recursos para mais infraestrutura à Polícia Civil”, completou Cabo Natal, policial militar de formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *