Uma proposta que visa transferir parte das multas originárias de bafômetro para o Corpo de Bombeiros foi aprovado na tarde desta quarta-feira (14) no Congresso de Comissões da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. 

O PL 529/2019, de autoria do deputado Coronel Nishikawa (PSL) permite ao Executivo destinar 50% dos valores arrecadados com multas originárias de bafômetro para obras, compra de equipamentos, veículos e ativos para a corporação. 

A ideia, segundo o autor, é investir na instituição que lida diretamente no socorro de acidentes de todos os tipos, incluindo o de trânsito, “o trabalho dos bombeiros vai além de apagar incêndios, a corporação atua em diversas áreas como assistência médica de emergência, controle de inundações e resgate em locais de difícil acesso. Isso demanda investimentos na categoria”, defendeu Nishikawa. 

Agora, o projeto fica pronto para a Ordem do Dia, e poderá ser votado pelos deputados nos próximos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *