Acontece nesta quarta-feira (05/05) um encontro online e gratuito sobre o tema “Pais Caretas x Pais Liberais”, promovido pela equipe do Projeto Afin (Afeto na Infância – Você, afinado com seu filho), da Vara da Infância e Juventude do Fórum da Comarca de Nova Odessa, com apoio institucional da Prefeitura da cidade. A iniciativa visa debater, com os pais interessados – e depois também com os filhos dessas pessoas –, temáticas referentes à sexualidade consciente na adolescência.
O encontro será conduzido por Juliana Costa de Souza, do Cejusc (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) de Nova Odessa e coordenadora do Projeto Afin, especialista em sexualidade humana que realiza trabalhos voltados à sexualidade consciente há mais de 11 anos.
Funcionará assim: na primeira parte, às 19h30, o debate será com mães, pais e responsáveis; em seguida, às 20h, entram e ficam no bate-papo online apenas os próprios filhos adolescentes dessas famílias. A previsão é de 2h de encontro.
A inscrição deve ser feita de maneira online pelos pais ou responsáveis ou pelo adolescente interessado, através do formulário disponível no endereço https://forms.gle/ZQtWmvhM1qKqQwF47. A roda de conversa vai ser realizada através da Plataforma Zoom.
“Pedimos aos pais que não se esqueçam de encaminhar o convite para o seu adolescente. Ele ou ela podem decidir participar. Queremos que os pais permitam que as informações emancipadoras cheguem ao seu filho adolescente nessa fase tão importante da vida”, explicou Juliana.
O adulto que fizer a inscrição precisa ser a pessoa responsável pelo adolescente inscrito, ou o próprio adolescente. São objetivos da ação ampliar o olhar dos pais e dos adolescentes sobre a sexualidade consciente, ampliar a possibilidade de diálogos entre pais e filhos sobre as questões da sexualidade e prevenir gestações indesejadas, uso de drogas e depressões.
“Quando pensamos na educação sexual dos nossos filhos e filhas, a insegurança invariavelmente nos visita. Sabemos que conversas deverão existir, mas nem sempre temos certeza do que dizer. Até que ponto autorizar? Proibir funciona? Explorar o medo e as tragédias pode ser uma boa estratégia? Devo adotar uma postura mais liberal? A grande questão é que enquanto mães e pais permanecem nesse conflito, muito rapidamente o tempo passa e a informação não chega. Aliás, chega por outras fontes, normalmente pouco confiáveis”, ponderou a coordenadora.
Segundo ela, “as filhas e filhos que trouxemos ao mundo merecem receber informações honestas, seguras e emancipadoras; informações que os coloquem em condições de fazer boas escolhas”.
“E foi olhando para essa necessidade que o Projeto Afin decidiu promover encontros para tratar da sexualidade consciente na adolescência, tendo como objetivo expandir o olhar dos pais e dos adolescentes sobre a sexualidade consciente, ampliar a possibilidade de diálogos entre pais e filhos, prevenir gestações indesejadas, uso de drogas e depressões”, completou. Juliana Costa pode ser encontrada no perfil https://instagram.com/assuntosqueimportamdeverdade.

REUNIÃO

Na sexta-feira, servidores de diversas secretarias municipais participaram de uma reunião online com a juíza da Vara da Infância do Fórum de Nova Odessa, Michelli Vieira do Lago Ruesta Changman, e com Juliana Costa, sobre as futuras etapas do projeto na cidade, que devem contar com apoio municipal.
A juíza é a idealizadora do “Afeto na Infância”, que busca chamar a atenção das famílias para a necessidade de se demonstrar interesse pelo cotidiano das crianças e adolescentes. Mais informações sobre o Projeto Afin podem ser obtidas em https://www.projetoafin.org/, https://www.facebook.com/afetonainfancia/ ou através do WhatsApp (19) 98915-6260.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *