A Prefeitura de Nova Odessa inicia na segunda-feira (10/05) a vacinação contra Covid-19 de novos grupos priorizados. Estes grupos deverão seguir um calendário determinado pelo Governo do Estado, sem a necessidade de realização de pré-cadastro. A previsão do DRS 7 (Departamento Regional de Saúde de Campinas) é que as doses de imunizantes para os novos grupos sejam entregues neste sábado (08/05) às prefeituras da região.
Assim como a vacinação dos idosos, a campanha continua acontecendo no Ginásio Municipal de Esportes do Jardim Santa Rosa nos dias úteis, das 8h às 16h. O local continua atendendo também os idosos de 60 anos ou mais pré-cadastrados no site da Prefeitura (www.novaodessa.sp.gov.br) e todos os grupos que já recebera a primeira dose, para a dose de reforço. Os idosos devem continuar realizando o pré-cadastro.

1º GRUPO

Na segunda-feira (11/05), serão atendidas exclusivamente pessoas acima de 18 anos com Síndrome de Down, pacientes em tratamento de hemodiálise e transplantados que utilizam medicamentos imunossupressores. Neste caso, como o atendimento exclusivo será feito apenas em um dia, não haverá distribuição de senhas. No entanto, os pacientes em terapia renal substitutiva serão vacinados nas próprias clínicas de diálise, e não no ginásio.

2º GRUPO

A partir de terça-feira (11/05), passam a ser atendidas também gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto) com idade acima de 18 anos e comorbidades, bem como adultos com idades de 55 a 59 anos com deficiências permanentes (geralmente beneficiários do BPC – Benefício de Prestação Continuada ou aposentados por invalidez). Da mesma forma, como ainda se tratam de grupos restritos, o atendimento deste público na terça não demandará distribuição de senha.

3º GRUPO

Por fim, a partir da quarta-feira (12/05), passam a ser atendidos adultos de 55 a 59 anos com as comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde, que incluem: doenças cardiovasculares, insuficiência cardíaca (IC), cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndromes coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doença da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial resistente (HAR), hipertensão arterial – estágio 3, hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade, doença cerebrovascular, doença renal crônica, imunossuprimidos (transplantados; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas em uso de corticoides; pessoas com câncer), anemia falciforme ou talassemia maior (hemoglobinopatias graves), obesidade mórbida e cirrose hepática.
Neste caso, como se trata de um público mais amplo, as equipes da Secretaria Municipal de Saúde vão distribuir, se necessários, um número limitado de senhas por dia na porta do Ginásio do Santa Rosa, ou “dividir” estas pessoas por mês de nascimento. Mais informações serão divulgadas na semana que vem.

ORIENTAÇÕES E REQUISITOS

Para receber as doses, qualquer pessoa com comorbidades e que integre os grupos anunciados deve apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório ou prescrição médica. Os cadastros previamente existentes em UBSs (Unidades Básicas de Saúde) também podem ser utilizados.
A orientação vale tanto para as pessoas na faixa etária de 55 a 59 anos quanto para as pessoas com Down, em hemodiálise e transplantados – para este último grupo, é também recomendável a apresentação de receita médica do medicamento imunossupressor em utilização pelo paciente.
As grávidas em qualquer período gestacional deverão também apresentar comprovante de acompanhamento e/ou pré-natal ou laudo médico. As puérperas, ou seja, as mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias, podem utilizar a declaração de nascimento da criança. Já as pessoas com deficiência permanente precisam apresentar o comprovante do recebimento do BPC (Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *